terça-feira, 30 de setembro de 2014

7 alimentos vermelhos que protegem o coração

A dieta é muito importante para um coração saudável.

Claro que existem os fatores genéticos.

Mas até esses fatores podem ser enfraquecidos graças ao que você come.

Cuidar bem do coração, com exercícios e alimentos saudáveis, é a melhor estratégia para ficar longe de um infarto ou outra doença cardiovascular.



Os alimentos que têm a cor vermelha são importantíssimos para a saúde não só do corpo mas também - e principalmente - do coração.

Selecionamos 7 alimentos cujo consumo regular forma uma poderosa proteção contra doenças cardíacas.

Verdade que nem todos esses alimentos são rigorosamente vermelhos.

Alguns são roxos.

Mas todos têm uma composição de nutrientes e de substâncias antioxidantes que atuam como agentes antidoenças do coração.

1. Beterraba

Existem estudos que mostram que o suco de beterraba tem a capacidade de baixar a pressão alta.  Este legume está cheio de fitonutrientes e antioxidantes excelentes para todo o corpo.

A beterraba também é anti-inflamatória e tem propriedades anticâncer.

2. Maçã vermelha

Dizem que comer uma maçã por dia mantém o médico longe.

E isso é verdade, especialmente no que diz respeito a problemas cardíacos.

Segundo estudo realizado em 2011 pelo Departamento de Nutrição, Alimentos e Exercício da Florida State University,  comer algumas maçãs por dia reduz os níveis de colesterol e de dois outros indicadores associados às placas e inflamação nas paredes das artérias.

As maçãs são ricas em pectina, uma fibra solúvel que bloqueia a absorção de colesterol no intestino e estimula o corpo a consumir a substância gordurosa e não armazená-la.

A casca da maçã é cheia de polifenóis, antioxidantes que impedem os danos celulares causados ​​por radicais livres.

3. Repolho roxo

Este vegetal crucífero está cheio de antocianinas (antioxidantes ) e vitamina C, que, de acordo com um estudo recente, pode ajudar as pessoas com insuficiência cardíaca a viver mais.

Além disso, comer repolho roxo reduz os níveis de colesterol.

4. Cereja

O vermelho intenso que você vê nas cerejas indica a presença de antioxidantes chamados antocianinas, que, além vários benefícios anti-inflamatórios e cardiovasculares, reduzem a fadiga muscular.

5. Cebola roxa

As cebolas roxas contêm flavonoides (encontrados principalmente nas camadas mais externas) que ajudam a prevenir ataques cardíacos.

Nelas também existem compostos de enxofre anticoagulantes, que aumentam as defesas do nosso corpo e, possivelmente, evitam que as plaquetas se aglomerem .

Segundo estudos, esses compostos de enxofre podem também ajudar a diminuir os níveis de triglicérides no sangue e a melhorar o desempenho das células vermelhas do sangue.

6. Pimenta vermelha

Trata-se de um forte vasodilatador, o que é ótimo para o coração e todo o sistema circulatório.

A pimenta vermelha ainda oferece uma boa dose de vitaminas A, C, E e B6.

Ela também contém substâncias fitoquímicas, como betacaroteno e betacriptoxantina, que protegem contra o câncer de pulmão, e licopeno, que protege contra o câncer de próstata.

7. Tomate

O principal ingrediente do  tomate é o licopeno, um fitonutriente que dá a cor vermelha a esse fruto.

No tomate também há uma boa quantidade de potássio e vitamina C.

Um estudo recente mostrou que mulheres que comem alimentos à base de tomate (molhos, saladas) desfrutam de uma melhor proteção contra doenças cardíacas.

www.curapelanatureza.com.br/

Receita natural que ajuda a prevenir Alzheimer e Parkinson

Esta receita purifica o sangue e é rica em ácidos graxos ômega 6 e 9.

Por isso ela funciona como um ótimo preventivo contra doenças degenerativas como Alzheimer e Parkinson 


Também é excelente para a prisão de ventre.

Anote a receita:

INGREDIENTES

2 colheres (sopa) de sementes de linhaça

1 limão

1 maçã

MODO DE PREPARO

Triturar a seco, em liquidificador, as sementes até virar pó.

Adicionar o suco de um limão e a maçã picada com ou sem casca (se a maçã for cultivada com pesticida, é preciso retirar a casca).

Ingerir em jejum, ao acordar.

Basta uma vez por dia.

É importante triturar a linhaça na hora todos os dias, pois o óleo dela oxida rápido.

O limão, a linhaça e a maçã combatem os radicais livres, que contribuem para o envelhecimento.

Se desejar, pode acrescentar suco de laranja ou qualquer outro cítrico.


Poderá também gostar de:

Tratamentos naturais para cálculos nos rins e na vesícula

Existem dois tipos de cálculos:

OS RENAIS (cálculos urinários, cálculos nefríticos e nefrolitíase);

E OS BILIARES (cálculos hepáticos, cálculos da vesícula, cálculos da bexiga e colelitíase).

Os cálculos renais são causados principalmente pelo excesso de ácido úrico no organismo, mas também podem ter como causa alguns distúrbios renais.


O paciente sente fortes cólicas renais, principalmente enquanto os cálculos percorrem os canais ureteres.

Evite os seguintes alimentos, por serem produtores de ácido úrico: carnes, pescados, miúdos, fígado, rins, vísceras, ovos e legumes secos.

Reduza substancialmente o consumo de sal de cozinha.

PARA ELIMINAR CÁLCULOS RENAIS

Tomar 250 ml de água de coco ou suco de melancia a cada três horas durante um dia.

No dia seguinte, ingerir uma colher das de sopa de azeite de oliva puro a cada quinze minutos durante todo o dia (12 horas).

Ao final do dia, tomar 150 ml de chá digestivo combinado – boldo, camomila e alecrim.

Os cálculos serão eliminados juntamente com a urina produzida durante o tratamento.


Cálculos na vesícula
Quanto aos cálculos biliares, eles são causados por distúrbios no sistema digestivo, no fígado, por alterações nervosas e também por alimentação inadequada.

O paciente sente fortes dores quando as pedras passam pelos canais biliares rumo ao duodeno.

Podem provocar infecção do fígado e icterícia.

Evite alimentos ricos em cálcio, gordurosos (frituras, laticínios, margarina e ovos) e os produtores de ácido úrico (carnes, pescados, miúdos, fígado, rins, vísceras, ovos e legumes secos).

PARA ELIMINAR CÁLCULOS BILIARES

Durante um dia inteiro, ingerir apenas água mineral sem gás, a cada uma ou duas horas.

À noite, tomar de 20 ml a 30 ml de óleo de rícino.

Não comer mais nada.

Antes de deitar, tomar uma xícara de chá de folhas de alface.

No dia seguinte, aguardar em repouso as reações do organismo.

Em ambos os casos, adote alimentação natural, composta de saladas cruas e frutas frescas da época.

TRATAMENTOS (SERVEM PARA OS DOIS TIPOS DE CÁLCULOS)

Hortaliças

Agrião – Suco diluído em água. Tomar 150 ml de manhã em jejum.

Alface – Chá das folhas e talos (150 gramas para 1 litro de água). Tomar quatro xícaras ao dia.

Couve – Suco diluído em água. Tomar 250 ml trinta minutos antes do almoço.

Frutas

Abacate – Chá de folhas de abacateiro (30 gramas para 1 litro de água). Tomar quatro xícaras ao dia.

Abacaxi – Refeições exclusivas três vezes por semana.

Figo – Refeições exclusivas três vezes por semana.

Limão – Cura do limão.


Plantas

Carqueja – Chá das folhas (20 gramas para 1 litro de água). Tomar quatro xícaras ao dia.

Cavalinha – Chá das folhas (20 gramas para 1 litro de água). Tomar quatro xícaras ao dia.

Chapéu-de-couro – Chá das folhas (20 gramas para 1 litro de água). Tomar quatro xícaras ao dia.

Quebra-pedra – Chá das folhas e raízes (20 gramas para 1 litro de água). Tomar três xícaras ao dia.



Fonte: Livro "Medicina Alternativa de A a Z", de Carlos Nascimento Spethmann.
www.curapelanatureza.com.br/

domingo, 28 de setembro de 2014

MICRO-ONDAS É PREJUDICIAL

Fornos microondas estão em quase todos os lares, o microondas é de facto benéfico?
Será que as radiações não nos fazem mal? Quem diz isso são os vendedores de microondas, obviamente querem vender, não iriam revelar as desvantagens.

Como funciona o microondas:
Cada forno a microondas possui um magnetron, um tubo em que os electrões são afectados pelo campo eléctrico magnético em tal forma para produzir uma radiação com um micro comprimento de ondas, cerca 2450 Mega Hertz ( MHz) ou 2,45 Giga Hertz (GHz). Esta radiação a microondas interage com as moléculas dos alimentos. Cada onda de energia muda a sua polaridade de positiva a negativa em cada ciclo da onda.
Em modelos comerciais, o forno tem uma entrada de energia de aproximadamente 1000 watts de corrente alternada.
 Enquanto estes microondas geradas pelo magnetron bombardeiam o alimento, elas fazem rodar as moléculas do alimento na mesma frequência milhões de vezes por segundo.
Toda esta agitação cria uma fricção molecular, a qual aquece os alimentos. A fricção também causa um elevado dano nas moléculas vizinhas, frequentemente rasgando-as em partes ou deformando-as completamente. O nome científico para esta deformação é “isomerismo estrutural“.
 A radiação, como definida pelas terminologias da física, são “as ondas electromagnéticas emitidas pelos átomos e moléculas de uma substância radioactiva como consequência da deterioração nuclear. “ a radiação provoca a ionização, o que ocorre quando um átomo neutro ganha ou perde electrões. Em poucas palavras, um forno a microondas deteriora e altera a estrutura molecular dos alimentos com o processo de radiação. Se os fabricantes tivessem chamado estes fornos de “fornos de radiação, é duvidoso se eles teriam vendido pelo menos um. Mas aquilo é exactamente o que um forno a microondas é.

De acordo com o que dizia Dr  Hans Ulrich  Hertel (Aposentado, era cientista de alimentação na Suiça).
“A leucocitose, a qual não pode ser considerada como normais alterações diárias e levada muito seriamente pelos hematologistas. Os leucócitos são frequentemente sinais de efeitos patogénicos em nosso organismo, tais como envenenamento e danos celulares. O aumento dos leucócitos com os alimentos feitos com microondas eram mais pronunciados que com todas as outras variedades alimentares. E parece que estes aumentos eram causados inteiramente pela ingestão de substâncias tratadas com microondas.
 Existe a literatura científica extensiva concernente aos perigosos efeitos da directa radiação microondica nos organismos vivos.
Tecnicamente, a produção de microondas é baseada no princípio da corrente alternada. Átomos, moléculas, e células golpeados por esta dura radiação electromagnética são forçados a reversão de polaridade 1-100 biliões de vezes ao segundo. Não existe átomos, moléculas ou células de qualquer sistema orgânico capaz de resistir a uma tão violenta e destrutiva força por qualquer período de tempo, nem mesmo com uma baixa intensidade de energia de milliwatts.

De todas as substancias naturais - que são polares - o oxigénio das moléculas da água reagem mais sensivelmente. É assim que o calor do cozimento com microondas é gerado - a violência desta fricção nas moléculas da água. A estrutura das moléculas são divididas, as moléculas são deformadas pelo uso da força, chamada isomerismo estrutural, e assim torna nociva a sua qualidade. Isto é o contrário para o aquecimento convencional dos alimentos onde o calor é transferido convencionalmente de fora para dentro. O cozimento por microondas começa dentro das células e moléculas onde a água é presente e onde a energia é transformada em calor friccional.
 As mesmas deformações violentas que ocorrem nos nossos corpos, quando somos expostos directamente aos radares ou microondas, também ocorre nas moléculas dos alimentos cozidos em fornos a microondas. Esta radiação provoca a destruição e a deformação das moléculas dos alimentos. Usando microondas também se criam novos compostos chamados “compostos radiolíticos“, os quais são desconhecidas fusões não encontradas na natureza. Compostos readioliticos são criados pela decomposição molecular - decadência - como um resultado directo da radiação.

Carcinógenos em alimentos aquecidos no microondas:
No livro do Dr. Lita Lee, Efeitos na Saúde das Radiações de Microondas - Os Fornos a Microondas, e nas edições de Março e Setembro/1991 da revista “Earthletter“, ela declara que todo forno a microondas perde radiação electromagnética, que é nocivo para os alimentos e transforma as substâncias nele preparadas em perigosos organismos tóxicos e produtos carcinogénicos. Pesquisas suplementares resumidas neste artigo revelam que os fornos a microondas são muito mais perigosos de quanto previamente imaginado.

A seguir temos um sumário das investigações Russas publicadas pela Atlantis Raising Educational Center em Portland, Oregon. Carcinógenos foram formados em praticamente todos os alimentos testados. Nenhum alimento testado foi exposto às microondas por um tempo maior do que o necessário para realizar o propósito, isso é, cozinhar, descongelar ou aquecer os alimentos para assegurar uma ingestão sanitária. Aqui está um resumo de alguns dos resultados:
O tratamento com microondas de preparados à base de carne apenas o suficiente para a normal ingestão, causou a formação de D-nitrosodienthanolaminas, bem conhecidas como carcinógeno (Cancerógeno).
O leite e os cereais aquecidos com microondas converteram alguns de seus aminoácidos em carcinógenos.
Descongelando frutas congeladas estas converteram o seu conteúdo de glucose e galactose em substâncias carcinógenas.
Uma exposição extremamente curta de verduras cruas, cozidas ou congeladas converteu o alcaloide presente nas verduras em carcinógenos.
Radicais livres carcinogénicos foram formados em plantas expostas às microondas, especialmente raízes vegetais.
Diminuição do valor nutricional
Pesquisadores Russos também relataram uma acentuada aceleração da degradação estrutural levando a uma diminuição do valor nutritivo do alimento de 60 a 90% em todos os alimentos testados. Entre as mudanças observadas estavam:

Diminuição da bio-disponibilidade das vitaminas do complexo B, vitamina C, vitamina E, minerais essenciais e factores lipotrópicos em todos os alimentos testados.

 A degradação das nucleo-proteínas nas carnes.
 EM 1976 , na União Soviética, foi proibido o uso  de aparelhos microondas.

Estudos Russos e alemães revelam:
Alimentos expostos a microondas revelam alteração das elementares substâncias alimentares provocando desordens no sistema digestivo pelo instável catabolismo dos alimentos expostos às microondas (o colapso do processo metabólico);
Devido as alterações químicas dentro das substâncias dos alimentos, disfunções foram observadas dentro do sistema linfático (vasos absorventes) causando a degeneração do potencial de imunização do corpo para proteger contra certas formas de neoplasias (crescimento anormal dos tecidos);

A ingestão de alimentos preparados em fornos a microondas causou uma alta no percentual de células cancerígenas dentro do soro do sangue (citomas - células tumorais tais como sarcoma);

Emissões de microondas causaram alterações no comportamento metabólico (colapso metabólico) dos elementos da glucoside (dextrose hidrolizada) e galactoside (alcool oxidado) nas frutas congeladas quando foram descongeladas deste modo.
 A emissão de microondas causou alterações do comportamento catabólico (colapso do metabolismo) dos alcalóides das plantas (elementos base do nitrogénio orgânico) quando verduras, cozidas ou cruas foram expostas a estas, mesmo que por uma duração extremamente curta.

Estatisticamente num elevado percentual de pessoas, os alimentos feitos com o uso de microondas causaram o desenvolvimento de cancro no estômago e nos intestinos, bem como uma degeneração generalizada dos tecidos celulares periféricos, com um gradual colapso dos sistemas digéstico e excretor.
 O corpo humano não pode metabolizar (decompor) os produtos desconhecidos criados nos alimentos feitos com as microondas.
 A produção das hormonas masculinas e femininas diminui ou altera pela contínua ingestão de alimentos cozidos com microondas.

A ingestão prolongada de alimentos tratados com microondas causa o aumento das células cancerígenas no sangue humano.

Comer alimentos preparados com uso de microondas, causa a perda da memória, perda da concentração, instabilidade emocional e uma diminuição a inteligência.


Diminuição do valor nutritivo dos alimentos:
A exposição às microondas provocou significantes diminuições no valor nutritivo de todos os alimentos pesquisados.
 Uma diminuição na bio-disponibilidade (capacidade do corpo para utilizar os nutrimentos) das vitaminas do complexo B, vitamina C, vitamina E, minerais essenciais e lipotrópicos em todos os alimentos;
 Uma perda de 60 a 90 % do conteúdo do campo de energia vital em todos os alimentos testados;

Uma redução no comportamento metabólico e na capacidade do processo de integração dos alcalóides (elementos básicos do nitrogénio orgânico), glucoses, galactoses e nitrilosidos;

Uma destruição do valor nutritivo das núcleo-proteínas das carnes.

Uma acentuada aceleração da desintegração estrutural em todos os alimentos.

Atenção isto não é hoax, não é um mito urbano.


http://bravamarildo.webnode.pt/micro-ondas-e-prejudicial/
Crie o seu website grátis: http://www.webnode.pt
http://bravamarildo.webnode.pt/micro-ondas-e-prejudicial/

O fim das estrias com o creme de babosa e azeite de oliva


Você possivelmente já ouviu dizer que estria não tem cura.

E também possivelmente já ouviu falar do poder medicinal da babosa.

E, para que você entenda e confie na receita que vamos ensinar, vamos de novo falar das virtudes da babosa.

A babosa, também conhecida como aloe vera, é rica em nutrientes, como lignina, saponinas, minerais, cálcio, potássio, magnésio, zinco, sódio, cromo, cobre, cloro, ferro, manganês, betacaroteno (pró-vitamina A), vitaminas B6 (piridoxina), B1 (tiamina), B2 (riboflavina), B3, E (alfa tocoferol), C (ácido ascórbico), ácido fólico e colina.

Essa riqueza de nutrientes é o que confere à babosa um enorme poder de cura, inclusive em doenças como câncer.

Graças a todas essas virtudes, não é de se estranhar que a babosa é o ingrediente-chave de um excelente  remédio caseiro para estrias.

O outro ingrediente da receita é o azeite de oliva, que, graças ao ácido oléico, tem grande poder de hidratação.

Além diso, o ácido oléico forma uma espécie de filme sobre a epiderme, reduzindo a perda de água, sem dar sensação de oleosidade.

Como é rico em substâncias antioxidantes, como a vitamina E, o azeite de oliva, além de nutrir a pele ressecada, ajuda a minimizar a ação dos radicais livres, moléculas responsáveis pelo envelhecimento precoce.

Em resumo, o creme de babosa e azeite de oliva - cuja receita está logo a seguir - contém substâncias antioxidantes e outras que hidratam profundamente a pele.

E é um remédio caseiro que pode ser usado tanto no tratamento como na prevenção das estrias.

INGREDIENTES

2 colheres (chá) de azeite de oliva

1 folha de babosa

MODO DE PREPARO

Limpe bem a folha de babosa e retire a polpa (baba) dela.

Coloque em um recipiente, adicione o azeite de oliva e misture bem. 

Mantenha o creme em um pote bem fechado e mantenha-o na geladeira. 

Este creme pode ser aplicado nas pernas, glúteos, mamas e barriga e deve ser usado duas vezes por dia, com persistência, até que se alcance o resultado esperado.

Entenda que é difícil a eliminação das estrias.

Por isso é preciso persistir e ter paciência.

http://www.curapelanatureza.com.br/2014/03/o-fim-das-estrias-com-o-creme-de-babosa.html#sthash.Xxc5RLgo.dpuf

Manteiga de azeite de oliva substitui com vantagem margarina e manteiga comum

Manteiga de azeite de oliva substitui com vantagem margarina e manteiga comum

O azeite extravirgem de oliva é uma das gorduras mais saudáveis que existem na natureza.

Muito mais saudável que a manteiga e ainda mais que a margarina.

Uma pequena quantidade de azeite extravirgem (20 mililitros) supre 20% das necessidades diárias de vitamina E, que combate os famosos radicais livres (moléculas que circulam pelo sangue, causando doenças do coração, câncer e envelhecimento precoce). 

O azeite também tem a capacidade de reduzir o colesterol ruim.

E é indiscutível que um bom azeite deixa os pratos muito mais deliciosos.

Agora, imagine o sabor da manteiga de azeite de oliva...

É simplesmente maravilhoso!

Fácil de fazer, ela é muito melhor para a saúde que a manteiga comum e a margarina.

Lá vai a receita:

INGREDIENTES

2 xícara (chá) de azeite extravirgem de oliva

Ervas a gosto (orégano, manjericão, alecrim, louro, sálvia)

Pimenta-do-reino em grãos moídos na hora

Alho triturado a gosto (opcional)

MODO DE PREPARO

Bata todos os ingredientes no liquidificador.

Coloque em um pote com tampa e leve à geladeira por cerca de quatro horas ou até endurecer, quando a manteiga de azeite já poderá ser consumida.

Conserve na geladeira (a nossa durou bem por quase um mês).

http://www.curapelanatureza.com.br/2014/08/manteiga-de-azeite-de-oliva-substitui.html#sthash.7jQ4ghTb.dpuf

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Ótima receita caseira para esteatose hepática (gordura no fígado)

Vamos falar de um mal de difícil tratamento pela medicina convencional: esteatose hepática ou fígado gordo, como é conhecido popularmente. O nome "fígado gordo" não é por acaso, pois essa doença é simplesmente o acúmulo excessivo de gordura no fígado. Esse excesso de gordura provoca a inflamação das células do fígado. Os principais sintomas da doença são dor abdominal, pele amarelada e vômitos. As causas da esteatose hepática normalmente estão relacionadas com a ingestão exagerada de bebidas alcoólicas. A doença, porém, também pode ser causada pelo colesterol alto, excesso de peso ou diabetes tipo 2. Quando a causa não é o álcool, temos a esteatose hepática não alcoólica. Como dissemos no início, a cura por meio da medicina convencional é bem difícil. Já pela medicina alternativa, a história é bem diferente, pois existe um tratamento muito eficaz para curar a doença. Esse tratamento é com lima-da-pérsia, uma fruta cítrica rica em vitamina e que tem a capacidade de limpar e restaurar o fígado. E como é esse tratamento? É simples. Pegue uma lima e lave-a muito bem. Bata a fruta com a casca e água (100 mL). Coe e beba imediatamente. Faça isso em jejum por 2 semanas seguidas ou mais. 

http://www.curapelanatureza.com.br/

sábado, 20 de setembro de 2014

CUIDADO.......Molho de tomate contém muito sódio?


Molho de tomate pronto, miojo, nuggets, maionese, salsicha e bebidas lácteas cor de rosa, entre muitos outros itens do supermercado, são o paraíso de quem não tem muita grana e ainda não se interessou em aprender a cozinhar (pelo menos o básico do básico). A indústria alimentícia lucra muito em cima de quem não sabe.
Molho de tomate pronto é muito barato. E fácil e usar. Você abre o pacote, aquece no micro-ondas e joga na macarronada. Só que esse almoço fácil pode aumentar bastante seu consumo de sódio se você não se preocupar em escolher um molho minimamente natural, sem aditivos e com pouco sal (que existem; basta procurar e pagar mais caro). Nesse aspecto, polpas e extratos são mais saudáveis que a maioria dos molhos prontos. Mas você só vai entender a diferença se prestar atenção no que dizem as embalagens.
Apelar sempre para o industrializado, sem prestar atenção aos detalhes, significa confiar sua sobrevivência a uma indústria que não faz a menor questão de que você aprenda a comer melhor.
Eu (Francine Lima) fiz um vídeo para evidenciar algumas diferenças entre um molho de tomate caseiro e os industrializados. Confira a seguir:

Espero que, depois de ver o vídeo, você saiba escolher melhor os produtos feitos a base de tomate no supermercado. Ou então, resolva experimentar fazer molho caseiro a partir de tomates frescos mesmo.
Boas compras!
Escrito por Francine Lima

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Limpeza do fígado

Esta receita é simples e eficiente.

Também é ótima contra prisão de ventre.

INGREDIENTES



1 limão orgânico (se for muito pequeno, use dois)

1 colher de sopa de azeite extravirgem de oliva (de preferência orgânico)

1 copo de água (quase cheio)

Lave bem o limão, retirando os pontos pretos, se houver.

Corte-o ao meio, sem descascar nem tirar as sementes.

Coloque tudo no liquidificador e deixe processar bem.

Coe com uma peneira e tome imediatamente (em jejum).

Faça o tempo que achar necessário, pois só faz bem.

O amargo do limão limpa o fígado; e o azeite ajuda no bom funcionamento do intestino. 


http://www.curapelanatureza.com.br/

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

CANELA - Compostos da canela podem prevenir Alzheimer



Dois compostos presentes na canela, especiaria usada com frequência, por exemplo, em muitos doces tradicionais portugueses, podem desempenhar uma função crucial na prevenção do desenvolvimento da doença de Alzheimer. A conclusão é de uma equipa de investigadores da Universidade da Califórnia - Santa Barbara (UCSB), nos EUA.
 
De acordo com o estudo desenvolvido pelos cientistas daquela instituição universitária, que será publicado no Journal of Alzheimer's Disease, o cinamaldeído (composto oleoso responsável pelo sabor e odor da canela) e a epicatequina (um fitonutriente com forte poder antioxidante) têm potencial para se constituírem como uma solução para o combate a esta doença neurodegenerativa. 
 
Segundo Roshni George e Donald Graves, investigadores responsáveis pelo estudo, os compostos em causa conseguem prevenir o desenvolvimento dos "emaranhados" filamentosos que aparecem nas células do cérebro e que são encontrados em excesso nos pacientes com Alzheimer, sendo uma das principais caraterísticas da patologia.
 
Estes "emaranhados" estão normalmente associados a uma proteína, a tau, que tem um papel importante na estrutura dos neurónios, e que, quando não funciona apropriadamente, "tem tendência a agregar-se, formando fibras insolúveis nas células neuronais", o que contribui para o aparecimento da doença.
 
"À medida que envelhecemos, ficamos mais susceptíveis a este problema e os pacientes com Alzheimer desenvolvem estas agregações de tau com mais frequência e em maior quantidade", explica George, estudante de doutoramento na UCSB, em comunicado divulgado pela universidade.

Compostos protegem cérebro do stress oxidativo
 
 
É aqui que entra a potencialidade do cinamaldeído: os investigadores norte-americanos concluíram que o composto da canela é eficaz na prevenção destes "nós" dados pelas proteínas, já que, ao protegê-las do chamado stress oxidativo, inibe a sua agregação.
 
"Imaginemos que estamos a falar de uma queimadura solar. Se usarmos um chapéu, podemos proteger a nossa cara e cabeça da oxidação. Neste sentido, o cinamaldeído funciona como uma espécie de boné", ilustra Graves, professor de biologia molecular, celular e do desenvolvimento.
 
Já a epicatequina, que, além da canela, está também presente em alimentos como os mirtilos, o chocolate e o vinho tinto, pode ser importante por ser um antioxidante poderoso, desempenhando uma função semelhante à do primeiro composto ao interagir com componentes da proteína tau de forma e "sequestrar" os elementos que podem levá-la a apresentar um comportamento fora do normal.
 
Embora ainda haja "um longo caminho a percorrer até perceber se [estes benefícios] funcionarão em humanos", alerta Graves, a canela e os seus compostos poderão permitir que seja dado um passo significativo na luta contra o Alzheimer.
 
De realçar que estudos prévios tinham já dado conta do potencial destes compostos no controlo dos níveis de glicose no sangue em pacientes com diabetes (outra doença em que o stress oxidativo é comum).

Clique AQUI para aceder ao resumo do estudo, denominado "Cinnamon Extract Inhibits Tau Aggregation Associated with Alzheimer’s Disease In Vitro" (em inglês). 
 ~


Roshni George e Don Graves descobriram que determinados compostos presentes na canela conseguem prevenir os "emaranhados" de proteínas que ocorrem em excesso no cérebro dos pacientes com Alzheimer © UCSB
http://fazbemasaude.blogs.sapo.pt/
Saúde Alternativa 

Vitamina D? Confira a falta que ela te faz

Vitamina D? Confira a falta que ela te faz

Conceição Trucom*
Pessoal, recebi esta matéria e vale a pena compartilhar. Veja alguns sintomas que você pode estar tendo pela falta daquele solzinho leve da manhã ou final de tarde. Por favor, leia até o final.
Conselho: Tome SOL 30 min/dia. Aliás, dizia-se, em meio aos naturistas alemães, que um corpo que toma os banhos de ar, de água e de sol não precisa frequentar os médicos.
Por Mike Adams com base numa entrevista com o Dr. Michael Holick, autor do livro “The UV Advantage"
As pessoas que conheci, que trabalharam duro na lavoura, embaixo de sol e chuva, sem protetor solar e hidratantes, não morreram com as doenças apontadas a seguir.
A vitamina D evita a depressão, osteoporose, câncer da próstata, câncer da mama e, até mesmo efeitos do diabetes e obesidade. A vitamina D é talvez o nutriente mais subestimado no mundo da nutrição. Isso é provavelmente porque é “gratuita”: seu corpo a produz quando a luz solar atinge a sua pele. As empresas farmacêuticas não podem lhe vender a luz solar, por isso não há promoção dos seus benefícios à saúde. 
Saiba mais sobre a vitamina D 
1. A vitamina D é produzida pela pele em resposta à exposição e radiação ultravioleta da luz solar natural.
2. Os saudáveis raios de luz solar natural que geram a vitamina D em sua pele não atravessam o vidro e, por isto, seu organismo não produz vitamina D quando você esta no carro, escritório ou em sua casa.
3. É quase impossível conseguir quantidades adequadas de vitamina D a partir da alimentação. A exposição à luz solar é a única maneira confiável para seu corpo dispor de vitamina D.
4. Seria necessária a ingestão diária de 10 copos grandes de leite enriquecido com vitamina D para obter os níveis mínimos necessários de vitamina D.
5. Quanto maior a distância da linha do equador é o lugar onde você vive, mais tempo de exposição ao sol para gerar vitamina D, pois depende do ângulo de incidência dos raios solares. Canadá, Reino Unido, a maior parte dos EUA estão longe do equador e maior parte do Brasil está perto do equador.
6. Pessoas com a pigmentação escura da pele podem precisar de 20-30 vezes mais exposição à luz solar do que pessoas de pele clara para gerar a mesma quantidade de vitamina D. Por isto, também, o câncer de próstata é muito frequente entre homens negros - é a simples deficiência generalizada de luz solar.
7. Níveis suficientes de vitamina D são essenciais para a absorção de cálcio nos intestinos. Sem vitamina D suficiente, seu corpo não pode absorver o cálcio,tornando os suplementos de cálcio inúteis.
8. A deficiência crônica de vitamina D não pode ser revertida rapidamente. São necessários meses de suplementação de vitamina D e de exposição à luz solar para “reconstruir” os ossos e o sistema nervoso.
9. Mesmo filtros solares fracos (FPS = 8) bloqueiam em 95% a capacidade do seu corpo de gerar vitamina D. É por isto que o uso constante de protetores solares provocam deficiência crítica de vitamina D. Pitaco: use FPS à base de óleos vegetais, que não bloqueiam a geração de vitamina D. Um bom exemplo é o nosso Regenerador Celular.
A indústria de protetores solares não quer que você saiba da necessidade de exposição ao sol, porque esta revelação significaria a queda nas vendas de seus produtos.
10. A exposição à luz solar não gera a produção excessiva de vitamina D em seu corpo, porque ele se auto-regula e produz apenas a quantidade que necessita.
11. Se uma pressão firme no seu osso externo lhe causa dor, você pode estar sofrendo de deficiência crônica de vitamina D.
12. A vitamina D é “ativada” pelos rins e fígado, antes de ser usada pelo organismo e, por isto, doenças renais ou hepáticas podem prejudicar muito a ativação da vitamina D circulante.
13. A vitamina D é um poderoso “remédio” que o seu próprio corpo produz inteiramente de graça e sem necessidade de prescrição médica!
14. Algumas substâncias denominadas “antioxidantes” aceleram muito a capacidade do organismo para lidar com luz solar, sem que ela nos provoque danos, também permitem que você fique exposto ao sol duas vezes mais tempo sem danos. Um exemplo de tais antioxidantes é a astaxantina, poderoso “filtro solar interno”. Outras fontes de antioxidantes similares são algumas frutas (açaí, romã, mirtilo, etc.) e algumas algas. 
Doenças e condições causadas pela deficiência de vitamina D
. A osteoporose é geralmente causada por falta de vitamina D que provoca deficiência na absorção de cálcio.
. A deficiência de vitamina D na infância causa o raquitismo, falta de calcificação dos ossos.
. A deficiência de vitamina D pode agravar o diabetes tipo 2 e prejudicar a produção de insulina pelo pâncreas.
. Bebês que recebem a suplementação de vitamina D (2.000 unidades/dia) têm um risco 80% menor de desenvolver diabetes tipo 1 durante os próximos vinte anos.
. A obesidade prejudica a utilização da vitamina D no organismo e obesos precisam de duas vezes mais vitamina D.
. A depressão, a esquizofrenia e os cânceres de próstata, de mama ovário e de cólon são frequentes em pessoas com deficiência de vitamina D. Portanto, níveis normais de vitamina D previnem estas doenças.
. O risco de desenvolver doenças graves como diabetes e câncer é reduzido de 50% a 80% através da exposição simples, à luz solar natural 2 a 3 vezes/semana.
. A depressão sazonal de inverno, muito comum nos países de clima temperado, é causada por um desequilíbrio da melatonina, devido à menor de exposição ao sol.
. A vitamina D é utilizada no tratamento da psoríase, uma doença inflamatória crônica da pele.
. Deficiência crônica de vitamina D é muitas vezes diagnosticada erradamente como fibromialgia, porque seus sintomas são muito semelhantes: fraqueza muscular e dores.

Estatística chocante!
São deficientes em vitamina D:

  • 40% da população dos EUA,
  • 32% dos médicos e estudantes de medicina,
  • 42% das mulheres afro-americanas em idade fértil,
  • 48% das meninas de 9 a 11 anos,
  • Até 60% dos pacientes de hospitais,
  • Até 80% dos pacientes do lar de idosos,
  • 76% das mulheres grávidas e 81% das crianças delas nascidas, as quais terão, mais tarde na vida, maior predisposição ao diabete tipo 1, à artrite, à esclerose múltipla e à esquizofrenia.



O que você pode fazer?
A exposição sensível à luz solar natural é a estratégia mais simples, mais fácil e ainda uma das mais importantes para melhorar a saúde. Se mais pessoas lessem estas informações, poderíamos reduzir drasticamente as taxas de várias doenças crônicas.
A exposição à luz solar é realmente uma das terapias mais poderosas. Não há nenhuma droga, nenhum procedimento cirúrgico ou de alta tecnologia que chegue sequer perto do surpreendente efeito saudável da luz natural.
E o melhor: você pode obtê-lo gratuitamente!!!
Pela manhã até as 10 horas. À tarde a partir das 16 horas
E o pior: é por isso que quase ninguém o divulga!
 
Saúde Alternativa 

BANANA MADURA



FICA A DICA:

VOCÊ SABIA: 


De acordo com uma pesquisa científica japonesa, banana (banana) totalmente maduro com manchas escuras na pele, produz uma substância chamada "fator de necrose tumoral", que tem a capacidade de combater células anormais. Quanto mais maduro é a banana, o melhor da sua capacidade anti-câncer. 

Bananas com manchas escuras são mais alcalinas e oito vezes mais eficazes na melhoria das propriedades das células brancas do sangue, que, quando no seu estado de verde. Comer 1-2 bananas por dia vai aumentar a sua imunidade.

http://fazbemasaude.blogs.sapo.pt/
Saúde Alternativa 

CURIOSIDADES DO NOSSO CORPO (algo que precisamos saber)...


CURIOSIDADES DO NOSSO CORPO
(algo que precisamos saber)

1. Se você estiver com a garganta doendo, aperte seu ouvido:
Pressionando os nervos do ouvido, ele vai gerar
um reflexo imediato nos espasmos da garganta
e alivia o desconforto
...

2. Para ouvir melhor utilize apenas um lado da orelha:
Se você está em um clube e não ouvir bem o que as pessoas
estão dizendo, vire a cabeça e use apenas a orelha direita,
uma vez que ela distingue melhor as conversações,
enquanto a esquerda identifica músicas de som.

3. Para resistir à tentação de ir ao banheiro pense em sexo:
Quando não resistir à vontade de urinar e não tiver
um banheiro por perto, pense em sexo.
Isso vai entreter o seu cérebro e reduzirá o estresse.

4. Provoque tosses para reduzir a dor:
Um grupo de cientistas alemães descobriram que quando
você espirra, aumenta a pressão no peito e coluna vertebral,
inibindo, assim, dores na coluna.

5. Se você estiver com o nariz entupido:
Pressione o céu da boca e o nariz. Toque o céu da boca
firmemente com um dedo, segurando o nariz abaixo
das sobrancelhas. Isso permitirá que as secreções
possam se mover e você volta a respirar.

6. Quando você tiver com azia, durma sobre seu lado
esquerdo: Isto cria um ângulo entre o estômago
e do esófago, de modo que o ácido não pode passar
para a garganta.

7. Quando um dente dói esfregue um cubo de gelo
em sua mão:
Você deve passar um pedaço de gelo na área,
em um "v" que tem entre o polegar e o dedo indicador
contra a palma da mão. Isto reduz em 50% a dor,
pois este setor está ligado aos receptores da dor da face.

8. Quando você se queimar, pressione o ferimento
com um dedo:
Após a limpeza da área afetada, pressione com a mão
sobre a queimadura, assim ela retornará a temperatura inicial
e evitará bolhas. (Para pequenas queimaduras, apenas)

9. Quando você estiver bêbado:
Repouse a mão sobre uma mesa ou superfície estável.
Se você fizer isso, seu cérebro vai recuperar o sentido
de equilíbrio e evitará que tudo gire ao seu redor.

10. Ao correr, respire quando o pé esquerdo pisar o chão.
Isto irá prevenir sentimento de comichão no peito, porque
se você respirar quando você coloca o pé direito,
fará pressão no fígado.

11. Se sangrar o nariz, empurre com o dedo:
Se você deitar com o sangue escorrendo poderá se sufocar,
por isso é melhor pressionar o dedo sobre o lado do nariz
quando você tiver sangramento.

12. Para controlar o batimento cardíaco quando você
está nervoso
Coloque o polegar na boca e assopre, isso irá ajudar
seu coração parar de bater tão rápido a partir da respiração.

13. Para aliviar uma dor de cabeça quando você bebe
água gelada:
Quando você beber algo congelado, resfria o paladar
e o cérebro interpreta. Então você deve colocar
a língua no céu da boca para retornar à temperatura normal.

14. Previna a falta de visão quando você está na frente do PC:
Quando você coloca seus olhos em um objeto próximo,
como um computador,
a vista fica cansada e não consegue enxergar direito.
Por isso, feche os olhos, contraia o corpo e prenda a respiração
por um momento. Então, relaxe. Remédio santo.

15. Desperte suas mãos e pés adormecidos movendo
sua cabeça:
Quando você dorme, um braço ou uma mão, gire a cabeça
de um lado para o outro e sentirás a dormência passar
dentro de 1 minuto. Os membros superiores adormecem
pela pressão sobre o pescoço. Igualmente para pernas
e pés, leva alguns segundos.

16. Uma maneira fácil de prender a respiração
debaixo d'água:
Antes de mergulhar, fazer respirações muitos rápidos
e fortes para fazer o sangue ácido desaparecer,
pois isso é que causa a falta de ar.

17. Memorize textos à noite:
Tudo o que você ler antes de dormir,
o mais fácil de lembrar ...

http://fazbemasaude.blogs.sapo.pt/
Saúde Alternativa 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...