terça-feira, 18 de abril de 2017

Temperatura do banho na febre! Banho quente ou frio?


Em casos de febre muito alta, que não abaixam com os antitérmicos comuns, recomenda-se o banho frio para abaixar a temperatura.




quinta-feira, 13 de abril de 2017

Proteína Animal é Melhor que Vegetal?


Você sabia que não é somente dos animais que vêm as proteínas? E será que mesmo não sendo de origem animal, as proteínas vegetais podem suprir as necessidades do nosso corpo?
]


Aqui estão as fontes dos estudos que citamos :)
- Hoffman e Falvo:
http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/artic...
- Wheat or Meat:
http://journals.cambridge.org/downloa...


Verdades e Mentiras Sobre os Alimentos Light ou Diet


Quando você vai no supermercado, você escolhe as versões diet ou light dos alimentos? Mas será que esses são as melhores opções para quem busca uma vida mais saudável? Muito se fala na indústria da saúde, e a ciência AF investigou tudo isso 🔎 

Correções: No minuto 2:29, falamos "emolsificantes", quando o correto é "emulsificantes". E no minuto 2:53, está escrito "HIT", quando o correto é "MIT"!

 


quarta-feira, 12 de abril de 2017

Detox Emagrece Mesmo? - Verdades e Mentiras Sobre a Dieta


A dieta "detox" já virou famosa, seja para ser elogiada ou criticada. Mas o que é verdade ou mentira sobre tudo isso? E será essa a dieta para você?




Glúten: Vilão ou Vítima da Moda?


Da noite para o dia, o glúten virou um dos "vilões da saúde". Mas será que ele realmente nos faz mal? E será que o glúten dificulta a vida de quem quer emagrecer? 
 




Fonte utilizada: Posicionamento SBAN - http://tinyurl.com/htwmcbg



segunda-feira, 3 de abril de 2017

AFINAL, LEITE FAZ BEM OU FAZ MAL?


SEGUNDO DR. LAIR RIBEIRO, DIZ QUE O LEITE É UM VENENO, MAS SERÁ MESMO?!

Olha, eu respeito e muito o Dr. Lair Ribeiro, porém nós temos que tomar muito cuidado até que ponto o que ele diz é cientificamente comprovado ou quando se é apenas um afirmação embasada na própria crença/teoria pessoal!
Porque essa ideia disseminada ultimamente sobre o leite é mais uma coletiva paranoia do que mesmo um verdade em torno do leite.
Mesmo com profissionais em alguma área, mesmo sendo ele tão formado em diversas áreas da medicina, algumas coisas que ele diz sobre a questão que envolve a área alimentícia por exemplo, pode ser meramente uma crença em particular dele, e não que é realmente provado cientificamente ou só porque vem de um Dr., como se o mesmo tem a verdade absoluta, a verdade final, e que não é verdade isso!


Volto a dizer eu respeito e muito o Dr. Lair Ribeiro, e sei que muitas coisas que ele diz, é mesmo verdade, porém nem tudo que ele diz pode ser levado sem antes duvidar, questionar e pesquisar, até que você mesmo tire as suas próprias conclusões.
Estude e sinta mais as reações do seu corpo, o nosso corpo também fala e dá sinais também e o que não for recorra a um médico.

De forma alguma devemos lidar com que ouvimos apenas aceitando tudo cegamente porque, afinal de contas é o Dr. Lair Ribeiro.
Tem uma pessoa que vi que passou por uma experiência, em que essa mesma pessoa aprendeu do Dr. Lair Ribeiro, que ao invés de usar protetor solar convencional, que usasse óleo de coco para se proteger do sol na praia.
*Vocês acham que isso deu certo, só porque foi ele que disse???!!!
Não meu amigos (as)! Não deu certo!!!
Ela teve problemas ao passar o óleo de coco na pele, ficou toda inchada após ficar exposta ao sol.

Veja que essa coisa do LEITE sendo isso ou aquilo é extremamente um exagero, um mito. Uma crença popular e contagiosa levando-os a um comportamento semelhantemente bem religioso.

A única verdade que vejo no caso do leite sendo mesmo uma verdade, é as pessoas que sofrem ou são intolerantes com a questão da lactose. Simplesmente porque essas mesmas pessoas, o organismo delas não produzem a lactase.
Muitos alegam que nós somos os únicos animais que mesmo depois de adultos ainda tomamos leite...rsrsr, porém, um cachorro ou um gato sendo ele filhote ou não, se você der leite pra eles, os mesmos vão tomar leite sim. Se o leite para os animais fosse algo determinado pela natureza, que após um animal adulto não tomasse leite, então quando se é oferecido leite aos mesmos, qual seria a reação dos animas?
Com certeza a negação e a repulsa ao leite, não é mesmo?! Afinal de contas já são bem grandinhos para tomar leite, ainda mais sendo leite de vaca...rsrs

Então temos que tomar muito cuidado com algumas crenças e mitos, até mesmo de profissionais da medicina, porque um mito pode prejudicar pessoas em nome de apenas teoria de uma autoridade.
Vale lembrar que: Fica apenas a critério das pessoas decidirem ou não tomarem leite por razões pessoais e não em função das crenças e teorias alheias, porém dizer que somos adultos e por essa razão não se deve tomar porque os animais não tomam, aí é uma comparação absurda e sem lógica alguma.
- (Renato Brito)

Link de outra matéria sobre o leite ....Como responder a quem diz que o leite faz mal. Mito ou Verdade?

terça-feira, 14 de março de 2017

Ciclo de vida do T. cruzi no homem


Animação mostrando o ciclo biológico do T. cruzi no interior do mamífero hospedeiro. 

CURA DA GASTRITE, ULCERA E ESTÔMAGO - UPGRADE - PARTE 1/2

RECEITA PARA UMA PORÇÃO

Metade de uma folhas de Couve 
2 Pedaço de Gengibre Meio dente de Alho 
4 Folhas de Boldo 
2 Colheres ou 4 folhas de Espinheira Santa. 
4 Folhas de Algodão Metade de uma folha de Babosa ou Aloe Vera Uma pitada de Bicarbonato P.A 

MODO DE USO: De 1 a 2 Copos do suco após as refeições e lanches


CURA DE GASTRITE - ÚLCERAS - MÁ DIGESTÃO - DORES INTESTINAIS E SISTEMA GÁSTRICO

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

HEPATITE B: E A VACINA; É SEGURA OU NÃO É?


Esper G. Kallás, médico infectologista e imunologista, professor da Disciplina de Imunologia Clínica e Alergia da Faculdade de Medicina da USP 

Veio tarde a expansão da vacinação contra a hepatite B, anunciada pelo Ministério da Saúde. A nova medida estende a vacinação para gestantes após o terceiro mês de gravidez, manicures, pedicures, podólogos, mulheres que fazem sexo com mulheres, travestis, portadores de doenças sexualmente transmissíveis e populações de assentamentos e acampamentos. A hepatite B é conhecida por sua grande capacidade de transmissão, principalmente por via sexual, da mãe para o bebê durante a gestação e/ou no parto e por sangue ou derivados que estejam contaminados. Passa de pessoa para pessoa com mais facilidade que muitos agentes infecciosos, inclusive o HIV, vírus causador da aids. 


Ocorre que há uma excelente vacina contra o vírus da hepatite B. É extremamente segura e eficaz, capaz de proteger quase 100% dos vacinados com as três doses recomendadas. A vacina é aplicada há muitos anos em crianças, como parte do calendário de vacinação brasileiro, com ótimos resultados.

Custa entender, portanto, por que demorou tanto para o Ministério da Saúde estender a vacina para os grupos citados no começo deste texto. A vacina já é produzida no Brasil a custo razoável, dispomos de boa rede de distribuição de vacinas e o país está investindo na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis (especialmente o HIV). Acima de tudo, os bons resultados da vacina contra a hepatite B são inquestionáveis. Sabemos, ainda, que grupos especiais, principalmente os portadores de outras doenças sexualmente transmissíveis, mantêm a transmissão do vírus da hepatite B em nosso meio. Há pouco tempo, era difícil vacinar tais pessoas pelo sistema de saúde. Muitos tinham de recorrer a clínicas privadas. Era um tiro no pé. A prevenção da hepatite B com uma vacina pode representar grande economia para o nosso sistema de saúde, já que um paciente que contrai o vírus pode tornar o atendimento caríssimo devido aos tratamentos de longo prazo e possíveis complicações. Acho que devemos ir além. É difícil entender por que o Ministério da Saúde não torna a vacina acessível a toda a população que deseja se vacinar. É um investimento na saúde de todos nós.

drauziovarella


domingo, 5 de fevereiro de 2017

Como saber quando alguém tem um AVC


Identificar rapidamente os sintomas do AVC é fundamental para o diagnóstico e o tratamento adequado. Não perca tempo! Cada minuto é importante para a saúde da vítima de AVC. Confira! 



Clique nesse link: Dicas de primeiros socorros para casos de afogamento

sábado, 28 de janeiro de 2017

Caxumba: sintomas, transmissão e prevenção


Sintomas 

A caxumba, também chamada de papeira ou parotidite, tem um período de incubação de duas ou três semanas. Seus primeiros sintomas são febre, calafrios, dores de cabeça, musculares e ao mastigar ou engolir, além de fraqueza. Uma das principais características da doença é o aumento das glândulas salivares próximas aos ouvidos, que fazem o rosto inchar. Nos casos graves, a caxumba pode causar surdez, meningite e, raramente, levar à morte. Após a puberdade, pode causar inflamação e inchaço doloroso dos testículos (orquite) nos homens ou dos ovários (ooforite) nas mulheres e levar à esterilidade. Por isso, é necessário redobrar a atenção nestes casos e ter acompanhamento médico.

Transmissão 

Altamente contagiosa, a caxumba é causada pelo vírus Paramyxovirus, transmitido por contato direto com gotículas de saliva ou perdigotos de pessoas infectadas. Costumam ocorrer surtos da doença no inverno e na primavera e as crianças são as mais atingidas. 

Prevenção

A melhor maneira de evitar a caxumba é através da vacinação aos 12 e 15 meses de vida. Caso uma pessoa seja afetada, ela não deve comparecer à escola ou ao trabalho durante nove dias após início da doença. É preciso, ainda, desinfectar os objetos contaminados como secreções do nariz, da boca e da garganta do enfermo. A vacinação de bloqueio é recomendada para quem manteve contato direto com pessoas doentes. 

Veja matéria: Especialista não vê razão para alarme com aumento dos casos de caxumba no Rio
Conheça as vacinas: tríplice viral e tetravelente viral. 
Confira o Calendário Básico de Vacinação. 

Fonte: Bio Manguinhos


quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Óleo de Copaíba

Óleo de Copaíba Conhecido também como Bálsamo da Amazônia. 

Contém 20 ml Modo de usar: 
Adulto: até 5 gotas 2 x ao dia ou sob orientação terapeutica. Crianças: A metade da dose. Conhecido como Bálsamo da Amazônia, este produto é extraído do caule de uma espécie nativa da região amazônica do Brasil, com o nome de Copaífera reticulata dunke. Este bálsamo é de importância milenar nas culturas Incas, Maias, Indígenas e povos da floresta. Eles o utilizam como verdadeiro tesouro no seu dia-a-dia e o chamam de Óleo da Vida, devido às suas inúmeras propriedades regeneradoras, curativas, nutritivas, lubrificantes e tônicas. 

O ÓLEO DE COPAÍBA é o mais poderoso antibiótico e antiinflamatório natural do mundo, riquíssimo em ácido copático, beta-cariotileno e alfa-copaeno. Os depoimentos de suas propriedades são intermináveis. Desintoxicador orgânico 100% natural age limpando o organísmo das toxinas que ingerimos pelo ár, água e alimentação. Essas toxinas são nocivas à nossa saúde causando o mau funcionamento do organismo e consequentemente, inúmeras doenças. Ao promover essa limpeza ajuda o organismo a EQUILIBRAR e HARMONIZAR seu funcionamento. A ação do produto FORTALECE os nove principais sistemas do organismo: 

- CIRCULATÓRIO 
- DIGESTIVO - URINÁRIO 
- RESPIRATÓRIO 
- GLANDULAR 
- NERVOSO 
- ESTRUTURAL 
- INTESTINAL E IMUNOLÓGICO. 

O ÓLEO DE COPAÍBA atua na PREVENÇÃO e COMBATE ás doenças e os resultados são realmente fantásticos. "Não é remédio é um complemento alimentar natural agente de mais saúde e qualidade de vida para você e sua família" 

*Tem sido também apresentado como o agente que acaba com a GOTA, doença que causa dores terríveis nas pessoas. Viva sem GOTA e seja feliz! 

Muitos casos também são relatados de melhora do funcionamento intestinal com a utilização freqüente do óleo. 

Indicação: 


  • Gota 
  • anti-inflamatório de amplo espectro 
  • problemas das vias respiratórias e urinarias 
  • dermatóides 
  • combate a úlcera gastrite 
  • cistite 
  • blenorréia 
  • corrimentos 
  • como antibiótico natural 
  • auxilia no tratamento do umbigo de recém nascidos 
  • elimina catarro dos pulmões 

CONTRAINDICAÇÃO: 

Crianças com menos de 5 anos ou gestantes somente devem suplementos ou produtos terapêuticos sob orientação terapêutica ou médica. 

ADVERTÊNCIAS: 

Não utilizamos produtos de empresas que realizam testes em animais. Esse procedimento é totalmente desnecessário nos tempos modernos! As imagens são ilustrativas podendo ser alteradas de acordo com a necessidade ou mudança do laboratório. Produtos naturais não são medicamentos. São ajudas valiosas que a natureza nos oferece. Nunca deixe de consultar seu profissional de saúde se houver dúvida. Produtos naturais normalmente são indicados em consultas terapêuticas por profissionais habilitados em medicina natural já que a posologia pode mudar de caso para caso. Se você tiver alguma dúvida na utilização dos produtos adquiridos em nossa loja virtual envie um e-mail para nós. Segundo a tradição médica oriental a doença é sinônimo de falta de informação e também são causadas por transtornos emocionais e comportamentais. Pense nisso!

Fonte: biomulher.com.br/


Que o seu alimento seja seu remédio, e que seu remédio seja seu alimento. (Hipócrates)