segunda-feira, 27 de junho de 2016

ALIMENTOS QUE VOCÊ TEM EM CASA E PODEM TE MATAR


Aposto que você não se preocupa com o que você anda comendo. Muitas coisas são nojentas ou fazem mal para sua saúde, mas alguma comidas podem de fato te matar. 

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Hormônios do bem estar e prazer

Você já se sentiu cansado, desmotivado, mal humorado, intolerante e extremamente irritado a qualquer estimulo pequeno, desencadeando reações comportamentais agressivas e desequilibradas. Tristeza continua, ligeiro sintoma de depressão e um apetite voraz para carboidratos e doces!!!
Saiba, que você pode estar sendo vítima da produção inadequada de hormônios do bem estar, prazer e recompensa.
Todos eles em harmonia produzem sensação de afetividade, bem estar, motivação, satisfação, sociabilização, alegria de viver, prazer pela vida, por desafios e diminuição dos processos dolorosos. A serenidade, amorosidade e plenitude tomam conta do seu ser.
A endorfina, serotonina, dopamina e ocitocina são consideradas os “Hormônios do prazer”, 


pois elas interferem no cotidiano de nossas vidas e estão relacionadas ao bem- estar em geral. Por isso, os níveis hormonais adequados são essenciais para a saúde física e psicológica. A endorfina é um hormônio produzido pela glândula hipófise, ajuda no combate do estresse, pois tem ação analgésica e relaxante, quando ela é liberada estimula a sensação de bem estar, conforto, melhor estado de humor e alegria.
A Ocitocina é um nonapeptídeo, age como um neurotransmissor ou meuromodulador para: ansiedade, libido, interação social e regulação das respostas neuroendócrinas e cardiovasculares. A ocitocina passou a ser considerada o “hormônio do amor”, pois está relacionada ao prazer, segurança, desejo sexual e bem estar da mente e do corpo, estudos científicos comprovam seus benefícios para o tratamento de crianças autistas e pacientes esquizofrênicos com dificuldades de interação social. A ocitocina também estimula a produção de hormônios anabolizantes como a testosterona e IGF-1, promove o relaxamento muscular e diminui os sintomas da fibromialgia e diminuição da pressão arterial.
A serotonina é um neurotransmissor que atua no cérebro regulando o humor, sono, apetite, ritmo cardíaco, temperatura corporal, sensibilidade a dor, movimentos e as funções intelectuais. Está ligada aos transtornos afetivos e de humor, também está relacionada à liberação de outros hormônios.
Sintomas da Serotonina baixa
A baixa concentração de serotonina no organismo pode levar ao aparecimento de sintomas como:
Mau humor de manhã, sonolência durante o dia, inibição do desejo sexual, vontade de comer a toda hora principalmente doces, dificuldade de aprendizado, distúrbios de memória e concentração, irritabilidade, cansaço, ficar sem paciência facilmente.
A atividade física regular é uma ótima maneira de estimular a produção de serotonina e endorfina até 72 horas após o exercício. Reposição de nutrientes como a clorella, apresenta se como excelente opção de produção deste neurotransmissor afetivo.
A Dopamina é uma substância química liberada pelo cérebro que desempenha uma série de funções, incluindo o prazer, recompensa, movimento, memória e atenção. Doença de Parkinson e dependência de drogas são alguns dos problemas associados com os níveis de dopamina anormais.
Sintomas da Dopamina Deficiente
Falta da sensação de bem estar, felicidade, prazer ou apego aos entes queridos. Você pode não ser capaz de resolver problemas ou administrar sentimentos e responder de forma adequada e pode sentir se distraído com muita facilidade. A fenilalanina e tirosina são blocos de construção necessários para a produção de dopamina, ambos presentes na clorella. Além disso, o Ômega 3, apresenta-se como complementar ao uso da clorella, por sua ação neuroprotetora e facilitadora do aumento da cognitividade cerebral e reparadora de memória
Clorella: É uma alga unicelular, o triptofano, presente nessa alga atua no sistema nervoso central, sendo um dos responsáveis pela produção de serotonina. O triptofano atua como um antidepressivo pois eleva os níveis de serotonina no Sistema nervoso. Além disso, possui em sua composição L-fenilalanina e vitamina B e B6, que atuam na produção de dopamina.
Ômega 3: É uma ácido graxo com efeito protetor sobre os neurônios, aumenta a produção dos receptores de neurotransmissores 9 serotonina, dopamina e noradrenalina que protegem o cérebro e o sistema nervoso central dos radicais livres, substâncias responsáveis pelo envelhecimento). A suplementação atua como um fator positivo para a co-produção equilibrada destes neurotransmissores e sensação de bem-estar..

https://saudenaturalperfeita.wordpress.com
http://saudealternativaa.blogspot.com.br/2016/06/hormonios-do-bem-estar-e-prazer.html



Aumentar Testosterona Naturalmente


Testosterona é uma hormona masculina cujos efeitos mais importantes no ser humano são:
  • Aumento da massa muscular;
  • Resistência ao stress;
  • Anti-depressivo;
  • Incremento da potência sexual;
  • Diminuição da sensação de medo.
Exames efectuados ao longo das últimas décadas têm demonstrado que o nível médio deste hormônio nos homens tem decrescido para níveis abaixo dos 50% relativamente aos primeiros estudos efectuados. Talvez assim se consiga explicar os problemas de infertilidade de muitos casais, o aumento das depressões e o excesso de peso.
Actualmente muitos homens tomam produtos de testosterona artificial, mas que podem ter efeitos secundários. A agência americana FDA (Food and Drug Administration) está a investigar o risco de acidente vascular cerebral, ataque cardíaco e morte em pessoas que tomam este tipo de produtos aprovados por aquela entidade.
Por estas razões faz sentido adotar um estilo de vida saudável, comer os alimentos certos seguindo as seguintes recomendações:
  • Não use cuecas apertadas;
  • Faça exercício físico com pesos. Os atletas que treinam com pesos mesmo tendo idade avançada tem valores elevados de Testosterona (daqui para a frente designada T);
  • Coma gorduras saudáveis com frequência (diariamente);
  • Controle o stress. O stress aumenta a produção da hormona cortisol que concorre com a T;
  • Deite-se cedo e durma 7 a 8 horas diárias. Diversos estudos tem demonstrado que grande percentagem da T é produzida durante a fase REM do sono;
  • Regule o seu colesterol. Nas células internas dos testículos converte-se o colesterol no hormônioT. Para tal é necessário que controle os seus níveis de colesterol mantendo o LDL (mau) em valores baixos e o HDL (bom) em valores elevados;
  • Perca peso e mantenha o seu índice de massa corporal no nível ideal. As células gordas estão cheias de estrogénio (hormona feminina). Quanto mais mais gordura tiver mais estrogénio tem em circulação competindo com a T para a mesma função. Uma evidência é que alguns homens muito obesos chegam a ter seios;
  • Não faça restrições calóricas cortando em demasia os hidratos de carbono. Diversos estudos tem apontado que dietas com poucos hidratos de carbono conduzem a baixos níveis de T. Coma alimentos ricos em hidratos de carbono na primeira parte do dia e vá reduzindo à medida que a noite se vai aproximando. Opte por frutas, cereais e arroz integral;
  • Apanhe sol. A exposição ao sol propicia à criação de Vitamina D natural pelo organismo;
  • Não ao consumo de drogas. A heroína, opio e a marijuana são 3 das drogas que fazem baixar o nível da T;
  • Evite açúcar e seus derivados. Não consuma refrigerantes ou alimentos com alto teor de açúcar ou xaropes, como bolos, bolachas, rebuçados, caramelos, gomas, etc. Um estudo cientifico tornou evidente que após uma refeição rica em açúcar o nível T baixa cerca de 25%, mantendo-se em níveis mais baixos durante algumas horas;
  • Deixe de fumar. O cigarro contém centenas de químicos que adulteram completamente o sistema endócrino, responsável pelas secreções dos hormônios / hormonas;
  • Não sobreaqueça os seus testículos. Este orgão masculino é responsável por grande parte da T.  Para exercer adequadamente a sua função devem estar um grau de temperatura abaixo do corpo. Cuidado com os banhos demasiado quentes, bancos aquecidos ou computadores portáteis no colo;
  • Minimize os químicos presentes nos alimentos e cosméticos. Muitos alimentos estão cheios de pesticidas e aditivos que a médio prazo provocam uma alteração significativa no sistema que produz as hormonas e nos receptores das mesmas. O mesmo se aplica aos cosméticos cuja absorção se dá ao nível da pele. Opte por alimentos de produção orgânica e cosméticos naturais.
  • Evite a todo o custo tratamentos de Terapia de Reposição/Substituição Hormonal (TRH). O problema é que ao fornecermos T artificial ao organismo durante largos períodos de tempo a produção natural do sistema endócrino pára completamente. Ao retirarmos a TRH é muito provável que a produção de T não regresse aos níveis anteriores com facilidade.
Alguns alimentos essenciais para ajudar a optimizar a produção de Testosterona:
  • Polén de abelhas;
  • Nozes, amêndoas, avelãs e azeite virgem extra para fornecer gorduras de boa qualidade;
  • 2 castanhas do Brasil por dia, muito ricas em selénio;
  • Ostras, bivalves e marisco sem ser de viveiro. Ricos em iodo e zinco essencial para o sistema reprodutor;
  • Sementes de abóbora, ricas em zinco e gorduras saudáveis. Muito bom para a próstata;
  • Citrinos como laranjas, tangerinas, limões e toranjas, ajudam a reduzir os níveis de estrogénio;
  • Gengibre, um estudo demonstrou um aumento de 20% a homens que tomavam suplementos deste rizoma;
  • Alho, tem demonstrado excelentes resultados no incremento da T, volume e qualidade do esperma;
  • Limite o consumo de café. Muito café pode torná-lo muito excitado aumentando os níveis de cortisol;
  • Evite produtos à base de soja refinada, como farinhas adicionadas nalguns alimentos ou em forma de leite.
Alguns suplementos naturais que podem ajudar a otimizar os níveis de testosterona:
  • Ginseng brasileiro;
  • Mucuna Pruriens;
  • Aswagandha;
  • Avena sativa;
  • Nettle roots;
  • Saw Palmetto;
  • Tribulus terrestris;
  • Tongkat Ali.

Conclusão:
O texto é longo e as recomendações são muitas, mas lembre-se que não existe nenhuma cura milagrosa que faça aumentar a testosterona da noite para o dia. Tem-se descoberto que as formas sintéticas trazem muitas contra-indicações como feminização do peito, calvície e diminuição dos testículos ou mesmo cancêr/cancro. Cabe-lhe a si escolher se quer retardar o envelhecimento e continuar a ser um verdadeiro homem chutando a andropausa para os 90 anos.
http://www.saudenatural.info/aumentar-testosterona-naturalmente/
http://saudealternativaa.blogspot.com.br/2016/06/aumentar-testosteronanaturalmente.html


quarta-feira, 8 de junho de 2016

Este óleo é poderoso para renovar os cabelos e acabar de vez com a perda de fios

Queda de cabelo é um assunto que preocupa a maioria das pessoas.
Pudera, quem não deseja ter fios longos e fortes?
Para isso, é necessário  uma dieta equilibrada, uma boa genética e um sistema imunológico fortalecido.
Há muitos produtos sendo vendidos no mercado e alguns realmente deixam o cabelo mais bonito.
No entanto, eles são apenas paliativos, que cuidam da aparência, mas não atingem a causa.
Além disso, como você já deve saber, o Cura pela Natureza preza por ingredientes naturais, longe de qualquer efeito colateral - o que não é o caso da maior parte desses produtos vendidos em lojas de cabelo.
Há algumas dicas naturais e caseiras que estimulam o crescimento do cabelo, além de tratá-lo e fortalecer.
Veja:
1. Máscara de clara de ovo
Rica em proteína, zinco, enxofre, ferro, fósforo e iodo, a clara de ovo é excelente para os fios.
Basta aplicar a clara no couro cabeludo e deixar agir por 15 minutos.
2. Óleo de vitamina E:
Este óleo é particularmente eficaz na luta contra os radicais livres, pois é rica em antioxidantes.
Ele estimula o fluxo de sangue no couro cabeludo, aumentando o oxigênio no corpo.
Aplique o óleo no couro capilar, massageando.
Faça isso durante a noite, antes de dormir, e enxágue no outro dia pela manhã, com a ajuda de um xampu natural.
3. Óleo de rícino
Rico em vitamina E e aminoácidos essenciais, principalmente ômega 9, o óleo de rícino deixa qualquer tipo de cabelo mais saudável.
Já que se trata de um óleo com espessura muito grossa, você pode misturar com óleo de coco, azeite ou óleo de amêndoa.
Aplique no couro cabeludo e massageie suavemente.
Deixe agir por uma hora antes de enxaguar com um xampu suave e sem sal.

. Babosa
Este é provavelmente o melhor remédio para evitar a perda de cabelo.
Além disso, esta planta melhora significativamente a qualidade do cabelo porque  atua como um condicionador natural que faz com que seu cabelo fique mais macio e suave.
Pegue uma tigela e misture duas colheres (sopa) de xampu com uma colher (sopa) do gel da babosa.
Acrescente ainda um pouco de leite de coco e meia colher (chá) de germe de trigo.

Aplique a mistura em seus cabelos e deixe agir por alguns minutos. Depois enxáguem bem.
5. Ovo, mel e azeite
O mel é rico em antioxidantes e nutrientes essenciais para o crescimento saudável do cabelo.
Numa tigela, misture uma colher (chá) de cada um desses ingredientes: mel, azeite e clara de ovo.
Mexa bem para formar uma pasta lisa.
Feito isso,  aplique a mistura em seu cabelo e couro cabeludo e deixe agir por 20 minutos.
Depois,  lave-a com água morna, usando um xampu suave.
6. Alho
Este incrível vegetal tem várias propriedades medicinais.
Com isso, pode atuar no controle da perda de cabelo e melhorar o fluxo de sangue no couro capilar,estimulando o crescimento sadio.

Ferva um pouco de azeite com 7 ou 8 dentes de alho esmagado.
Quando esfriar, aplique no couro cabeludo.
Este tratamento deve ser feito regulamente para melhores resultados.
7. Cebola
A cebola é outro vegetal com fortes propriedades medicinais em relação ao crescimento do cabelo.

Ela é rica em enxofre, que estimula a formação de colágeno , que é essencial para o crescimento do cabelo.
Para fazer este tratamento, rale 2 ou 3 cebolas para extrair o suco.
Feito isso, aplique o suco em seu couro cabeludo e deixe agir por meia hora.
Depois é só lavar com um xampu suave.
Repita uma vez por semana.
8. Óleo de alecrim
Este é provavelmente o melhor óleo para prevenir a perda de cabelo e estimular o crescimento do cabelo saudável, ao mesmo tempo.

Se você não sabe, este óleo é normalmente usado como tônico capilar.
Veja como fazer:
INGREDIENTES
Vários ramos de alecrim fresco
Azeite extravirgem de oliva
Coador
Tigela
Pote médio de vidro com tampa e boca larga
MODO DE PREPARO
Separe e lave uma quantidade suficiente de alecrim para encher o pote de vidro.
Coloque o alecrim dentro do vidro.
Cubra com azeite de oliva.
Tampe bem.
Coloque o frasco em um local seco e fresco e deixe repousar por 30 dias.
Em seguida, coe o líquido numa tigela de vidro.
Transfira o óleo de alecrim para um pequeno recipiente de vidro e feche a embalagem.
Ele está pronto para usar.
Armazene o óleo em um lugar fresco e escuro, como um armário de cozinha.
A validade dele são duas semanas.
COMO USAR NOS CABELOS:
Misture duas colheres  (sopa) de xampu com duas colheres (sopa) de óleo de alecrim e lave seu cabelo com a mistura.

Se quiser, você pode combinar o óleo de alecrim com azeite de oliva em igual proporção e massagear o couro cabeludo suavemente.
9. Batata-inglesa
Tem o poder de estimular o crescimento saudável dos caelos.
Este vegetal é abundante no número de nutrientes, incluindo a vitamina A, B e C, cálcio, potássio, ferro e fósforo, o que os torna extremamente benéficos à saúde.
Para fazer o tratamento de cabelo com batata, misture 1 xícara e meia de suco de batata com uma colher de chá de mel, um pouco de água e uma gema de ovo numa tigela.
Mexa bem todos os ingredientes e aplique nos cabelos úmidos.
Deixe agir por meia hora e depois lave o cabelo com xampu suave.
Repita o tratamento uma vez por semana.
Este remédio natural é especialmente adequado para os cabelos frágeis e quebradiços.
10. Suco de limão
As propriedades medicinais de suco de limão são maravilhosas para o cabelo.

Este cítrico é abundante em nutrientes, incluindo a vitamina C, todas as vitaminas do complexo B, antioxidantes e ácido fólico, o que o torna um poderoso remédio natural para o crescimento do cabelo.
Você precisa de uma colher (sopa) de suco de limão e duas colheres (chá) de coco ou azeite de oliva.
Misture o ingrediente e aplicar uniformemente sobre o cabelo e couro cabeludo.
Deixe agir por uma hora antes de enxaguar com xampu suave.
Faça este tratamento sempre à noite e não se exponha ao sol no outro dia.
11. Feno-grego
É uma semente "recheada" de proteína, o que a torna altamente benéfico para o crescimento do cabelo.

Além disso,  contém lecitina, que é particularmente benéfica para o fortalecimento e hidratação dos fios.

Para este tratamento, mergulhe uma xícara de sementes de feno-grego em água e  deixe repousar durante a noite toda.
Na manhã seguinte, fazer uma pasta, batendo a mistura no liquidificador.
Aplique um pouco de óleo de coco em seu cabelo, antes de cobrir seu couro cabeludo com essa pasta.
Deixe agir por uma hora e depois lave com água morna e xampu.
Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.
http://www.curapelanatureza.com.br
http://saudealternativaa.blogspot.com.br/


terça-feira, 7 de junho de 2016

Quer parar de roer as unhas? Siga algumas dicas e métodos testados e aprovados!


Sabe aquela vontade incontrolável de colocar a mão na boca e roer todas as unhas? Pois bem, isso é uma mania e vício amplamente difundido pela população e associado ao estresse, ansiedade, tristeza e até dificuldades financeiras, mas principalmente estão envolvidas numa fuga com a tentativa de lidar com o problema a sua volta, mas não se preocupe que para tudo há uma solução! Alguns dermatologistas e psicólogos afirmam que tirar a atenção desse vício e se livrar da ansiedade será a maneira mais adequada e correta de se livrar definitivamente dessa mania, mas algumas dicas estéticas e alguns métodos podem auxiliar no combate mais rápido. Observe algumas maneiras e veja qual delas poderá te ajudar, algumas me ajudaram muito e o segredo está principalmente no seu autocontrole!

Dica Nº 1 – Identificar o problema e o momento do vício!

Esse é ponto chave para parar definitivamente de roer as unhas. Isso porque percebendo onde começa ou qual momento é despertado esse momento que engata em roer as unhas é possível tentar lidar com essa dificuldade ou ansiedade e buscar o autoconhecimento. Isso é muito válido porque ao se conhecer perceberá que é necessário enfrentar as dificuldades e não apenas fugir delas, por isso perceber onde começa o vício pode ajudar a entender como resolver o problema.

Dica Nº 2 – Unhas curtas e lixadas!

Jamais deixe a unha ficar grande ou com alguma ponta quebrada, pois o tamanho pode alavancar o desejo de roer imediatamente, principalmente quando tem uma pontinha só esperando você colocar o dente e nessa tentativa de corrigir essa deformidade você coloca em risco de roer todas as outras unhas, portanto sempre corte e lixe todas as unhas, assim além de deixá-las limpas, evita o acúmulo de micro-organismos.

Dica Nº 3 – Fazer as unhas semanalmente ou usar esmaltes!

Ir à manicure uma vez por semana é uma motivação para que as mulheres não comecem a roer as unhas que estão lindas e pintadas. No caso dos homens, o uso da base pode auxiliar no controle da mão na boca, uma vez que apresenta um gosto ruim o que demonstra que roer as unhas não será nada agradável. Mulheres seguem o mesmo caminho, pois os esmaltes possuem um sabor terrível e, além disso, estragar a beleza das unhas não vale à pena, certo?!

Dica Nº 4 – Unhas postiças!

É uma alternativa para aquelas pessoas que realmente já tentaram de tudo e nada deu certo. Isso porque o uso de unhas postiças dificulta o vício de roer as unhas, já que as postiças ficam sobre as unhas e não há como roer-las. Ou seja, é criada uma barreira artificial que a pessoa não consegue chegar à própria unha. Todavia, é necessário cuidados no uso delas, pois o uso constante pode causar problemas na saúde de suas unhas, por isso procure sempre um dermatologista para auxiliar nesse processo.

Dica Nº 5 – Mastigar um chiclete ou uma bala!

Esta dica não implica dizer que devemos comprar um saco de doces e começar a comer descontroladamente, muito pelo contrário, é necessário cumprir a dica Nº 1 para tentar usar esta, pois é fundamental conhecer os momentos que te levam a roer as unhas, tendo feito isso fica mais fácil usar essa dica, pois cada vez que sentir que será o momento de roer a unha coloque o chiclete ou a bala na boca e comece a mastigar vagarosamente. O ato de mastigar faz com que seja focado no movimento repetitivo e sua vontade de roer as unhas fique de lado, com certeza irá esquecer sem nem perceber do ato.

Dica Nº 6 – Atividades físicas – Vamos extravasar!

Acredito que essa dica é uma das mais importantes e fundamentais para parar de roer as unhas e não somente isso, é uma forma de cuidar da saúde e mandar o estresse e a ansiedade para longe! Realizar atividades físicas regularmente é uma maneira de tirar todo o estresse e esquecer-se dos problemas, pois focado numa determinada atividade a vontade de roer as unhas nunca mais aparecerá na sua vida, comigo a dica Nº 6 foi fundamental para parar de vez de roer as unhas e digo com propriedade, pois além de manter a saúde das minhas unhas, eu consegui eliminar aquelas gordurinhas extras e entrar em forma. Uma caminhada ou uma corridinha final da tarde ou pela manhã logo cedo ajudam bastante, principalmente quando coloca seus fones e ouve aquela sua música preferida. Não custa nada tentar. É barato, fácil, prático e vale à pena!

http://diariodebiologia.com/2016/03/quer-parar-de-roer-as-unhas-siga-algumas-dicas-e-metodos-testados-e-aprovados/
Fontes: minhavidasaudeplenabrasilescola    Imagens: Reprodução/ bolsademulherOnicofagia/



segunda-feira, 6 de junho de 2016

5 truques para você eliminar o mau cheiro dos seus sapatos rapidinho!

Em dias de chuva, principalmente, nossos sapatos tendem a ficar úmidos.
Quando saímos com eles, o suor dos pés deixa um odor bem desagradável.

Para ajudar você a resolver o problema, trouxemos cinco truques eficientes.
Confira:
1. Bicarbonato de sódio
Este é um ingrediente com grandes benefícios na hora de eliminar sujeiras ou mau cheiro, pois é capaz de absorver qualquer tipo de mancha, suor e umidade.
Coloque um pouco de bicarbonato em seus sapatos e deixe agir durante a noite toda.
Certamente o cheiro ruim já terá saído na manhã seguinte.


2. Talco
Faça o mesmo procedimento do bicarbonato de sódio.
Se desejar, você também pode adicionar um pouco de talco na sola do pé, dentro da meia, para evitar a transpiração.
3. Sálvia e lavanda/alfazema
Coloque algumas folhas das duas plantas nos seus sapatos.
Feito isso, deixe-os ao ar livre e isso removerá o mau cheiro.
Essas plantas têm propriedades antibacterianas.
4. Laranja ou limão
A casca das frutas cítricas são poderosíssimas contra as bactérias.
Coloque a casca de laranja ou limão dentro do seu sapato durante a noite.
Ao amanhecer, o cheiro ruim já terá saído.
5. Óleo essencial de tea tree (vende-se em lojas de produtos naturais ou na internet)
Este é um ingrediente maravilhoso com várias utilidades terapêuticas.
Derrame algumas gotas do óleo em seu sapato, duas vezes por semana.
Pronto!
Problema resolvido!
Além desses truque, é muito importante identificar a causa do problema.
O mau cheiro em sapatos geralmente deve-se a passarmos muito tempo calçados e a transpirarmos muito pelos pés durante o dia.
Ainda assim, há sapatos que devido às suas palmilhas, intensificam o mau odor, tornando muito mais difícil erradicar o problema.
Por isso é muito bom variar de sapato, evitando repetir o mesmo modelo todos os dias.
Saiba que o "chulé", a longo prazo, pode causar certas doenças e problemas em nossos pés.
Outra questão: é muito importante manter a higiene dos pés para evitar o chulé.
Lave seus pés muito bem e enxugue-os para valer.
Além disso, você deve:
1. Evitar sapatos fechados todos os dias.
2. Deixar os sapatos ao ar livre sempre que chegar em casa.
3. Manter a higiene dos sapatos, passando um pano úmido por dentro com algum produto natural antibacteriano (como bicarbonato de sódio ou óleo essencial de tea tree)
Com certeza, essas dicas são suficientes para resolver o problema do chulé.
Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.
http://saudealternativaa.blogspot.com.br/


Livre-se da dor nos pés e pernas com uma simples bola de tênis

Os pés, apesar de sua importância, são normalmente esquecidos pelas pessoas.
Eles contribuem para a saúde de diferentes partes do corpo.

Ficar em pé ou caminhar de maneira errada pode causar ou agravar dores nos joelhos, costas e pescoço.

É muito importante cuidar dos pés, inclusive tendo aspecial atenção aos sapatos que você usa.

Felizmente, existem formas de exercitar os pés e ajudar para aliviar a dor de seu corpo

Aqui estão seis exercícios que ajudarão você a se sentir melhor:

1. Como você sabe, é muito importante se aquecer antes de realizar qualquer exercício.

Então, antes do exercício aqueça os pés.

Apertar os dedos dos pés é uma ótima maneira de se aquecer e é muito simples.

Veja o que fazer: levante-se e dobre seus joelhos ligeiramente.

Em seguida, dobre os dedos e "pegue" o chão com eles, segurando por três segundos.

Execute uma série de 10 repetições, 3 vezes por dia.

2. Você vai precisar ficar na ponta dos pés, mas não tem que ser uma bailarina para fazer este exercício.

A caminhada com a ponta dos pés ajudará a fortalecer os músculos dos dedos dos pés, bem como os ligamentos e os músculos.

Para realizar o exercício, tudo o que você deve fazer é ficar na ponta dos pés e andar para a frente por 20 segundos.

Depois de ter concluído essa caminhada, descansar por 10-15 segundos.

Repita este exercício mais 5 vezes.


3. Este movimento é bem simples e muito eficiente.
Fazendo uma suave pressão, role uma bola de tênis por baixo da sola do pé.
Execute o movimento por uns três minutos.
Ao finalizar, incline o pé para cima em direção ao joelho.
Depois alongue os dedos dos pés para baixo.
Faça isso em cada pé.

4. Se seus tornozelos estão rígidos, você pode ter dor nas costas, quadris e joelhos.

E, pelo mesmo motivo, outras partes do corpo podem sofrer com dores musculares e articulares.

Enfim, a mobilidade e a flexibilidade do tornozelo são extremamente importantes.

Para exercitar os tornozelos, deite-se com as costão no chão e estenda uma perna sobre a cabeça, de forma que você consiga segurar o tornozelo com as mãos.
Em seguida, gire o tornozelo da perna estendida em sentido horário por 10 vezes.

Alterne as pernas e faça 10 séries em cada uma delas.
5. Em pé, abra seus pés na largura do quadril.

Dobre os joelhos levemente e incline o tronco em um ângulo de 45° em relação ao solo.

Sem sair desta posição, levante os calcanhares.

Mantenha a posição por 20 segundos.

Apoie toda a planta dos pés no solo e encolha os dedos como se quisesse agarrar o chão.

Volte para a posição inicial, relaxe o corpo e repita mais duas vezes este exercício.

6. Para fazer este último exercício, você tem que segurar um lápis (ou caneta) com os dedos dos pés.

Parece simples?

É simples mesmo!

Fique diante do lápis e use os dedos pés para agarrar e levantá-lo do solo.

Mantenha esta posição durante 10 segundos e em seguida solte o lápis.

Faça 5 vezes em cada pé.

Esses exercecícios, se feitos corretamente, vão ajudar a aliviar a dor no joelho ou na coluna.

Mas antes é bom conversar com seu médico ou fisioterapeuta sobre eles.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.
http://www.curapelanatureza.com.br 
http://saudealternativaa.blogspot.com.br/


Que o seu alimento seja seu remédio, e que seu remédio seja seu alimento. (Hipócrates)